sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012

O que é a discriminação positiva?

discriminação positivaUma das formas de tentar combater a reprodução social das desigualdades é a discriminação positiva (por vezes designada ação afirmativa).

“A discriminação positiva significa recrutar activamente pessoas de grupos previamente em situação de desvantagem. Por outras palavras, a discriminação positiva trata deliberadamente os candidatos de forma desigual, favorecendo pessoas de grupos que tenham sido vítimas habituais de discriminação. O objectivo de tratar as pessoas desta forma desigual é acelerar o processo de tornar a sociedade mais igualitária, acabando não apenas com desequilíbrios existentes em certas profissões, mas proporcionando também modelos que possam ser seguidos e respeitados pelos jovens dos grupos tradicionalmente menos respeitados. (…)

A discriminação positiva é apenas uma medida temporária, até que a percentagem de membros do grupo tradicionalmente excluído reflicta mais ou menos a percentagem de membros deste grupo na população em geral. Em alguns países é ilegal; noutros, é obrigatória.”

Nigel Warbuton, Elementos Básicos de Filosofia, 2ª edição, Gradiva, 2007, Lisboa, pp. 121-122.

Exemplos de discriminação positiva:

Alguns países, como os EUA, reservam uma determinada quantidade de vagas nas universidades públicas para alunos de minorias étnicas. No Brasil e em Portugal há leis que determinam que uma certa percentagem de vagas de cargos públicos seja para deficientes físicos.

A discriminação positiva, apesar de bem intencionada, é criticada por muitas pessoas. Que objeções lhe podemos fazer?

Sem comentários: