sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2011

Os agregados sociais

observando acidente ajuntamento                 Publico espectáculo assistência

Os agregados sociais são conjuntos de indivíduos caracterizados pela proximidade física. Não há distribuição de funções nem qualquer nem qualquer outra forma de estruturação. A comunicação é nula ou escassa e pontual.

“As pessoas que compõem o agregado permanecem estranhas umas às outras, de tal modo que no agregado não existe o sentido do ‘outro’ como pessoa, mas apenas como indivíduo indiferenciado. As relações sociais no seio do agregado são, portanto, muito limitadas e de carácter provisório. Os indivíduos podem entrar e sair de um agregado sem que tal modifique o seu estilo de vida e a sua posição social.”

Lúcia Demartis, Compêndio de Sociologia, Edições 70, Lisboa, 2006, pág. 78.

Nos agregados podem distinguir-se os ajuntamentos e as assistências.

Ocorre um ajuntamento quando as pessoas se aproximam devido a um qualquer estímulo esporádico e imprevisto e permanecem próximas durante um período geralmente curto mas indeterminado. Por exemplo: os mirones que se aproximam da porta do tribunal para espreitar a entrada de um preso algemado.

Chama-se assistência a conjunto de pessoas que se reúnem num local para observar um acontecimento previamente marcado e com uma duração mais ou menos determinada. Por exemplo: as pessoas que assistem a um espectáculo de fogo de artificio na Passagem de Ano ou a um concerto musical.

assistência concertoOs jovens que que assistem a um concerto de Rock são uma assistência, mas muito mais interactiva e comunicativa que outras assistências. Porque será?

Bibliografia:

Jorge Pité, Dicionário Breve de Sociologia, Editorial Presença, Lisboa, 1997.

José Vargas, Sociologia, Porto Editora, Porto, 2002.

Lúcia Demartis, Compêndio de Sociologia, Edições 70, Lisboa, 2006.

Sem comentários: