domingo, 20 de Junho de 2010

Imagens sociológicas: a desigualdade entre homens e mulheres

Pedi aos alunos do 12º E para escolherem uma imagem e escreverem um breve texto com uma explicação sociológica. Eis os trabalhos da Brígida Martins, nº 4, da Diana Silva, nº9, e da Jacinta Rocha, a quem agradeço.

I

submissão à mulher

A discriminação sexual é um assunto que levanta polémica há várias décadas e que ainda assim não assentou por completo. Talvez um dia na nossa sociedade se consiga uma situação de igualdade entre homens e mulheres. Há sinais de que essa mudança social está de facto a acontecer e um dia todas as mulheres saberão impor realmente a sua igualdade perante os homens. Igualdade e não uma mera inversão de posições, como se vê nesta irónica imagem.

Brígida Martins

 

II

 

braço de ferro entre homem e mulher

A situação da mulher no trabalho foi sempre inferior à do homem.

Normalmente aos homens atribuem-se cargos mais elevados e funções de maior responsabilidade, ligadas a desempenhos menos rotineiros e aos quais correspondem melhores renumerações.

No caso das mulheres, um dos maiores obstáculos à sua progressão profissional é a maternidade, por esse motivo actualmente, a maior parte das mulheres tende a optar por uma maternidade mais tardia para poderem evoluir profissionalmente, de modo a poderem trabalhar em empregos renumerados fora de casa.

Embora, as funções tradicionalmente atribuídas aos homens tenham tendência para se abrir cada vez mais à mulheres, o que é certo é que ainda hoje existem diferenças muito significativas, não só a nível profissional mas também a nível social e político.

Diana Silva

III

 

senhora idosa fumando

Ao longo das últimas décadas, o papel da mulher tem sofrido uma grande evolução. Passou de doméstica e dona de casa a uma mulher mais autónoma e capaz de assegurar e reivindicar os seus direitos enquanto cidadã, procurando igualdade em relação aos homens na forma de estar, nos hábitos, na carreira profissional, entre outros aspectos.

A ideia de que “as mulheres só se querem na cozinha” foi mudando dia após dia. Começaram a frequentar locais públicos que antes eram unicamente frequentados por homens, como os cafés, clubes, etc. Passaram a conhecer novas formas de estar e até novos vícios, como o tabaco e o álcool.

As mulheres progrediram de tal forma que, nos dias de hoje, algumas ocupam os melhores cargos profissionais no mercado de trabalho, onde antigamente sofriam uma enorme discriminação, ainda que muitas delas fossem melhor qualificadas.

No entanto, ainda precisam de acontecer mais mudanças até se alcançar a igualdade.

Jacinta Rocha

8 comentários:

Anónimo disse...

as desigualdades infelismente ainda são constantes.

Raiane disse...

a mulher, faz acontecer e paciente e consegue com seu jeito muda tudo.

rayanne disse...

e verdade mas nos mulheres vamos dar a volta por cima

Simplesmente Sônia Maria disse...

As mulheres devem fazer parceira com os homnens para adotar a verdadeira igualdade. Sônia Góes

Anónimo disse...

Ja consguimos muito mas queremos a igualdade total

Anónimo disse...

Sou mulher e tenho orgulho disto,e a pessoa, principalmente,os homens dizerem que trabalho pesado, quem faz só são eles,então me diga porque elas dão "DURO" cuidando de casa,dos filhos e do trabalho na rua.

veridiana disse...

Que os homens são mais fortes até pode ser verdade, mas nós mulheres somos mais resistente por isso conseguimos fazer varias coisas no mesmo dia, já os homens não pode fazer uma coisinha já fica cansado, mas fora isso acho que somos capazes de homens e mulheres terem uma igualdade social espero ainda estar viva para ver a sociedade mudar e a desigualdade acabar.

Sara Rocha Moraes Sousa disse...

Há várias diferenças entre o homem e a mulher. Um exemplo é a subjugação sexual.Em Marrocos, as mulheres tem muito mais probabilidade de serem acusadas de terem violado o código penal, porque pularam a cerca no casamento do que os homens. Mulheres solteiras e grávidas sofrem constante risco de perseguição.