segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

A dimensão sociológica dos fenómenos sociais

Os fenómenos sociais têm várias dimensões e por isso cada um deles é estudado por diversas Ciências Sociais – cada uma com a sua perspectiva própria.

Qual é a perspectiva da Sociologia? Qual é exactamente a dimensão dos fenómenos sociais que interessa à Sociologia?

Dito por outras palavras. É relativamente fácil indicar qual é dimensão económica ou histórica de um fenómeno social. Mas qual é a dimensão sociológica dos fenómenos sociais?

Recordemos algumas das questões colocadas pela Sociologia relativamente aos fenómenos sociais que analisámos nas aulas.

  • Relativamente à emigração portuguesa, Sociologia pode, por exemplo, perguntar: Qual é o grau de integração dos emigrantes portugueses nos países de destino?
  • Relativamente ao consumo, Sociologia interessa-se, por exemplo, pela relação entre o consumo de certos produtos e os grupos e classes sociais a que as pessoas pertencem ou querem pertencer.
  • Relativamente ao comportamento dos jovens, Sociologia interessa-se, por exemplo, pela relação entre o estilo de vida (tipos de música, maneiras de conviver, hábitos de vestuário, hábitos alimentares, etc.) e os grupos de que o jovem faz parte.
  • Relativamente à pena de morte, Sociologia interessa-se, por exemplo, pelo modo como a raça pode afectar o resultado dos processos judicias e a condenação ou não à pena capital.

Como se vê, os sociólogos interessam-se por coisas diferentes. Todavia, há algo comum entre todos esses tópicos. O que será?

Em todos eles o que está em causa não são os meros indivíduos, mas, as suas interacções, o seu relacionamento enquanto pessoas que vivem em comunidade.

Um sociólogo pode interessar-se e estudar coisas muito diversas, mas têm sempre a ver com esse “relacionamento”. Assim, a dimensão sociológica dos fenómenos sociais é o seu carácter relacional ou interactivo.

O sociólogo francês Émile Durkheim (1858-1917), um dos fundadores da Sociologia, descreveu bem a dimensão sociológica dos fenómenos sociais quando escreveu as palavras seguintes no livro As Regras do Método Sociológico:

“Para que exista o facto social é preciso que vários indivíduos tenham misturado as suas acções, e que desta combinação se tenha desprendido um produto novo”.

Sem comentários: